Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Buscar  
Política

Publicada em 19/05/17 as 17:47h - 9 visualizações
Delator diz que dinheiro da JBS irrigou 1.829 candidatos de 28 partidos
Ricardo Saud diz que a empresa conseguiu eleger 179 deputados federais de 19 siglas

O Globo - RENATA MARIZ E EDUARDO BRESCIANI


 (Foto: Rádio Central MIX - Centralina)
BRASÍLIA — O diretor da JBS Ricardo Saud traçou, em delação premiada, um verdadeiro inventário da propina, com listagem de doações que somam quase R$ 600 milhões para 1.829 candidatos de 28 partidos das mais variadas colorações. Saud detalha que a empresa conseguiu eleger 179 deputados federais de 19 siglas, bancou 28 senadores da República e fez 16 governadores.

Ele alerta o procurador, no depoimento filmado, que praticamente "tudo é propina", exceto a quantia ínfima de R$ 15 milhões diante do total de quase R$ 600 milhões. A listagem com valores, cargos, partidos, entre outras informações, foi entregue por Saud aos investigadores: "Estão pessoas estão cientes disso"

Quando o depoimento já estava sendo finalizado, o executivo pede a palavra:

— É importante a gente trabalhar que desses R$ 500 milhões, quase R$ 600 milhões que estamos falando aqui, praticamente, tirando esses R$ 10, R$ 15 milhões aqui, o resto tudo é propina. Tudo tem ato de ofício, tudo tem promessa, tudo tem alguma coisa. Então eu gostaria de deixar registrado que nós demos propina para 28 partidos. Esse dinheiro foi desmembrado para 1.829 candidatos. Eleitos foram 179 deputados estaduais de 23 estados, 167 deputados federais de 19 partidos. Demos propina para 28 senadores da República, sendo que alguns disputaram e perderam eleição para governadores e alguns disputaram a reeleição ou eleição para o Senado. E demos propina para 16 governadores eleitos, sendo quatro do PMDB, quatro do PSDB, 3 do PT, 2 do PSB, 1 do PP, 1 do PSD. Foi um estudo que eu fiz, por conta minha (...) Acho que no futuro vai servir. Aqui estão todas as pessoas que receberam propina diretamente ou indiretamente da gente.

— Eu falo direta ou indiretamente pelo seguinte: é muito difícil o cara não estar sabendo que o PT comprou o partido X ou deixou de comprar o partido Y, que o Aécio comprou o partido X ou deixou de comprar o partido Y. Se ele recebeu esse dinheiro, ele sabe de um jeito ou de outro (que) foi de propina. Essas pessoas estão cientes disso — afirmou Saud.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Hora Certa
Enquete
Em Quem Você Votaria Para Presidente em 2018

 Aécio Neves
 Álvaro Dias
 Ciro Gomes
 Eymael
 Geraldo Alckmin
 Jair Bolsonaro
 João Doria Jr.
 Joaquim Barbosa
 José Serra
 Levy Fidelix
 Lula
 Marina Silva

Peça sua Música

  • suely
    Cidade: recife
    Música: fui eu tiago servo
  • suely
    Cidade: recife
    Música: fui eu tiago servo
  • suely
    Cidade: recife
    Música: fui eu tiago servo
  • suely
    Cidade: recife
    Música: o toco de tiago servo
  • suely
    Cidade: recife
    Música: fui eu tiago servo
  • suely
    Cidade: recife
    Música: fui eu tiago servo
Bate Papo

Digite seu NOME:


Previsão do Tempo
Redes Sociais


34 9 8439 - 1821

No Ar
Arena Sertaneja com Junior Pinheiro
Visitas
Estatísticas
Visitas: 187711 Usuários Online: 12


Parceiros

Copyright (c) 2017 - Rádio Central MIX - Centralina - Todos os direitos reservados